CONHEÇA NOSSO BLOG
28Maio
tratamento da doença do século

Doença do século: 5 atitudes que ajudam no tratamento

O desenvolvimento da doença do século pode estar ligado a uma série de fatores: abuso, medicações específicas, luto e mais. Esses estão estritamente ligados ao aumento das chances de desenvolver quadro depressivo.

Em um levantamento realizado pela Universidade de Harvard, que levou em consideração os países em desenvolvimento que possuem prevalência de depressão, o Brasil encontra-se em primeiro. Devido a isso, neste artigo, trouxemos cinco atitudes que podem auxiliar no tratamento de uma pessoa que encontra-se com quadro depressivo. Boa leitura!

Cinco atitudes ajudam no tratamento da doença do século

De acordo com a OMS, Organização Mundial de Saúde, na última década a proporção houve aumento de 18,4% no índice de depressão. Esse valor é equivalente a 322 milhões de pessoas ou 4,4% da população terrestre. Já no Brasil, a doença do século atinge 5,8% da população. Dessa forma, é o país com a maior taxa no continente latino-americano.

Abaixo, separamos cinco atitudes que podem servir como diferenciais no tratamento desse mal.

Alimente-se bem

A boa alimentação é capaz de garantir o bom funcionamento do organismo. Alimentos como aveia, pimenta, alface e sementes são indicados por conta de liberarem endorfina no corpo. Banana, nozes, castanhas, peixes de água fria e abacate são opções indicadas. Entretanto, é necessário evitar cafeína, alimentos industrializados, açúcar refinado e produtos com muito sódio em sua composição.

O ideal é fazer acompanhamento com um nutricionista para que ele indique a melhor adaptação.

doença do século e alimentação

Faça exercícios físicos

A prática de exercícios físicos deve ser realizada antes mesmo do início do tratamento da doença do século. Essa, por sua vez, afasta o sedentarismo, um dos fatores que podem evoluir para o quadro depressivo. Além disso, as atividades físicas estão relacionadas à sensação de bem-estar e prazer. O indicado é que a pessoa em tratamento opte por realizar exercícios que a faça ter interação com outras pessoas.

Cientistas afirmam que é possível sentir melhora nos sintomas da doença do século já na quarta semana de exercícios.

Esteja entre amigos

Cercar-se de pessoas com as quais pode-se confiar traz o sentimento de segurança. Isso pode ajudar caso a pessoa sinta-se pronta para compartilhar os sentimentos. Dessa maneira, é capaz de desvencilhar o caminho do isolamento social, que é um dos fatores de identificação da doença do século.

Fuja do álcool

Por vezes, as pessoas recorrem às bebidas alcoólicas para tentar desviar de emoções negativas. Todavia, o álcool não é uma substância dada como aliada no tratamento da doença do século. Além de aumentar vulnerabilidade, traz malefícios ao sono. Ele afeta o sistema nervoso autônomo e o parassimpático. O segundo, por sua vez, é responsável por controlar a digestão e descanso.

doença do século e álcool

Pratique meditação

A meditação está associada a diminuição de ansiedade e insônia. Em suma, ela melhora o sistema imunológico e aumenta o foco.

Os estudos que constam no livro “The Mindful Way Through Depression”, mostram como a prática da atenção plena, mindfulness, têm influência positiva no combate à doença do século.

doença do século e meditação

Nunca deixe de lutar!

Saber reconhecer a necessidade e seriedade do tratamento é ideal para não desistir de lutar contra a doença do século. Por isso, conte com a Saver Home para te ajudar! Realizamos os serviços de psicologia e nutricionista domiciliar. Além disso, disponibilizamos home care rj! Em nosso blog, você encontra artigos sobre a importância do acompanhamento psicológico para idosos, intolerância alimentar, entre outros. Entre em contato conosco e garanta seu tratamento!

Compartilhe: