CONHEÇA NOSSO BLOG
28Out
Imagem de criança do sexo masculino com língua presa. Será que língua presa tem cura?

Língua presa tem cura? Descubra a resposta agora!

Os diferentes sons da língua humana são muito próximos entre si. Por isso, a articulação dos fonemas pode ser influenciada pelo posicionamento, força e mobilidade dos articuladores. Assim, pode trazer grande diferença para a produção dos sons, como distorções e trocas de ruídos. Um dos principais problemas de dicção é a língua presa. Veja, nesse artigo, se língua presa tem cura e entenda como tratá-la.

Antes de tudo, entenda o que é língua presa

Imagem de pessoa dando a língua

Antes de descobrir se língua presa tem cura, vamos entender melhor do que se trata.

A anquiloglossia, popularmente conhecida como língua presa, é um distúrbio articulatório que afeta o frênulo lingual. Nessa condição, a membrana que fica abaixo da língua está encurtada, atrapalhando a mobilidade do órgão e a produção de alguns fonemas na fala. Por exemplo, o “R” e o “L”, já que esses fonemas requerem a elevação da língua — o que é impedido por tal distúrbio.

Sintomas

Em geral, a língua presa é diagnosticada nos primeiros dias de vida do bebê por meio do teste da linguinha. Porém, quando essa avaliação não é feita, é possível observar alguns sintomas do problema. As crianças com língua presa costumam apresentar:

  • dificuldade para sugar o leite durante a amamentação;
  • disfunção para reproduzir fonemas com as letras R, L, T, D, Z, S e N;
  • espaço entre os dentes inferiores da frente;
  • problemas pessoais ou sociais, como bullying, por conta do movimento restrito da língua.

Afinal, língua presa tem cura?

A boa notícia é que língua presa tem cura sim! Existem alguns tratamentos adequados de acordo com a faixa etária do paciente. Veja, a seguir, quais as melhores formas de tratar o distúrbio articulatório.

Tratamento na infância

Por exemplo, para bebês com menos de um ano de idade e com dificuldade para amamentar, pode ser feita uma cirurgia chamada frenotomia. O procedimento consiste em um pequeno corte no freio da língua para cessar o problema.

Agora, se o bebê se alimenta corretamente, é possível esperar algum tempo para identificar se a condição foi revertida. Além, é claro, de consultar um fonoaudiólogo para um diagnóstico preciso.

Tratamento na fase adulta

Língua presa tem cura até mesmo para adultos! O tratamento para anquiloglossia apresenta melhor resultado na infância, porém, muitas pessoas sofrem com o problema na fase adulta e desejam eliminá-lo.

Nesse caso, existe um procedimento específico chamado frenulectomia. A cirurgia é simples e consiste na remoção de uma parte do freio inserida próxima aos dentes. Como resultado, percebemos a inserção do frênulo longe do local e, enfim, a pronúncia perfeita!

Em alguns casos, a intervenção cirúrgica não se faz necessária. Logo, a língua presa tem cura somente com tratamento fonoaudiológico. Esse método consiste em trabalhar as estruturas orofaciais, ou seja, língua, boca e bochecha. Desse modo, é possível facilitar a mobilidade e a postura desses órgãos.

Avaliação e diagnóstico com os profissionais certos

Agora que você sabe que língua presa tem cura, é necessário atentar-se à escolha dos profissionais para realizar o diagnóstico. Os especialistas que podem diagnosticar o distúrbio são clínicos gerais, pediatras, otorrinolaringologistas, dentistas e fonoaudiólogos.

Ainda que o problema principal tenha sido eliminado, é necessário se readaptar à nova condição. Por isso, caso o diagnóstico indique a necessidade de intervenção cirúrgica, é necessário que o paciente passe por uma segunda avaliação com o fonoaudiólogo.

O acompanhamento profissional após a cirurgia é fundamental, pois, ajuda a corrigir a produção dos fonemas e aperfeiçoar a pronúncia.

Você suspeita que está com a língua presa e precisa se consultar com um fonoaudiólogo? Conte com a excelência da Saver Home! Oferecemos uma equipe multiprofissional de fonoaudiologia domiciliar para lhe atender no conforto do seu lar. Basta entrar em contato conosco para solicitar nossos serviços.

Se você gostou deste artigo, não deixe de conferir o nosso blog. Abordamos assuntos interessantes sobre saúde em geral, como internação domiciliar, intolerância alimentar, comunicação humana segundo a fonoaudiologia e muito mais!

Compartilhe: