CONHEÇA NOSSO BLOG
16Mar
sintomas da crise de ansiedade

Como identificar os sintomas da crise de ansiedade?

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o país mais ansioso do mundo. A doença afeta 9,3% da população, o que corresponde a 18,6 milhões de brasileiros. Visto isso, homens e mulheres de todas as idades estão propensos a desenvolver o transtorno. Vale lembrar que, quando não tratado, pode levar a depressão ou, até mesmo, morte. Logo, conhecer os sintomas da crise de ansiedade e agir a tempo de transformar essa situação é fundamental. Continue a leitura deste artigo para conhecer mais sobre o assunto.

O que é crise de ansiedade?

Muitas pessoas confundem a crise de ansiedade como uma particularidade do ansioso. Entretanto, não é bem assim. A crise de ansiedade se caracteriza por um momento em que estímulos são ativados no organismo como uma resposta de enfrentamento a um perigo eminente. É neste ponto em que a ansiedade se diferencia do medo, por exemplo. Enquanto ela prevê uma “reação” a um acontecimento futuro, o medo é originado a partir de alguma situação que está em andamento no presente.

Quais são os sintomas da crise de ansiedade?

Os sintomas da crise de ansiedade são variados, ou seja, podem ser classificados tanto como físicos quanto psicológicos. Em geral, tendem a ficar mais evidentes a partir do aumento de adrenalina. Esse hormônio é liberado para fazer o corpo reagir a um estímulo, por isso tornou-se conhecido como “hormônio da fuga”.

A seguir, veja alguns sintomas da crise de ansiedade.

1- Fala acelerada

O ansioso, por vezes, pode repetir uma mesma palavra ao pronunciar uma frase ou então esquecer desta. Contudo, quando esta situação começa a ficar corriqueira, é preciso ficar atento. Fala acelerada e com poucas ligações entre as palavras estão entre os sintomas da crise de ansiedade.

2- Palpitações e dores no peito

Como dissemos, a crise de ansiedade também é capaz de apresentar sinais físicos. Palpitações e dores no peito fazem parte deles. Estas reações são vistas como respostas imediatas do organismo ao aumento de adrenalina. Visto isso, o coração tende a elevar o número de batimentos e permite maior circulação sanguínea por todo o corpo.

3- Boca seca

Outro dentre os sintomas da crise de ansiedade mais comuns é a boca seca. Durante o período da crise, os indivíduos tendem a respirar pela boca e gerar mais uma quantidade maior de ácido no estômago. A respiração quando feita desta maneira reduz a umidade local. Já o acúmulo de ácido contribui para o refluxo que, em situação de estresse, pode afetar as glândulas salivares. Quando estas duas questões se unem, tendem a apresentar como resposta o ressecamento da cavidade bucal.

4- Enxaqueca

A enxaqueca também é entendida como um dos possíveis sintomas da crise de ansiedade. É um erro compreendê-la como cefaléia simples, afinal de contas é diagnosticada como transtorno crônico. À vista disso, tende a aparecer decorrente do constante nervosismo e inquietação que uma pessoa em estado de crise é capaz de apresentar.

5- Dificuldade de concentração

A dificuldade de concentração de uma pessoa em crise de ansiedade pode ser decorrente de uma série de fatores. Mas, o que é visto como mais efetivo dentre eles é a quantidade de pensamentos que este indivíduo pode desenvolver ao mesmo tempo. Com isso, o “turbilhão” se torna uma armadilha constante para a pessoa ansiosa.

Vale lembrar que o especialista deverá diagnosticar esta característica, mesmo que amigos e família possam identificá-la previamente.

Conheça a Saver Home!

Gostou do nosso artigo sobre os sintomas da crise de ansiedade? A Saver Home conta com uma gama de profissionais qualificados para atender, diagnosticar e fazer o acompanhamento de pacientes com este transtorno. Não deixe de entrar em contato conosco para conferir as condições que disponibilizamos!

Em nosso blog, confira outros artigos. Lá estão:

Compartilhe: